AGB Bauru e o trabalho técnico-político-pedagógico da Seção Local

O agebeano não há de ser cidadão dos discursos, do voluntarismo e da socialização compreensiva dos estragos causados por um modelo de desenvolvimento que só beneficia alguns. É preciso que tenha em conta a importância de sua contribuição para que este estado de coisas seja radicalmente transformada e que sejamos nós os agentes diretores desta transformação.”   – Álvaro José de Souza

Leia o artigo completo no site da AGB Bauru.

Acesse também a última edição da Revista Ciência Geográfica. Clique na imagem para acessar o conteúdo da revista.

ANO XVI – VOL. XVI, Nº 2 – JANEIRO/DEZEMBRO – 2012

Captura de tela 2013-04-08 às 20.38.56

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s